Quarta-feira, 03 de Junho de 2020

Buscar   OK
No Ar
PROGRAMA DO MUMU com Murilo Marques
Hora Certa

Rádio Terra Rica: (44) 9 9129 9530

Redes Sociais


PARCEIROS TERRA HD
Enquete
Qual dessas Redes Sociais você acessa?

 Instagram
 Youtube
 Facebook
 Twitter

Economia

Publicada em 29/05/15 às 15:20h - 569 visualizações
Economia brasileira recua 0,2% no 1º trimestre de 2015
Queda da demanda foi generalizada e atingiu empresas, governo e famílias

Reprodução


Setor agrícola foi o único que cresceu no primeiro trimestre, impulsionado por uma boa safra.  (Foto: Reprodução)

O Produto Interno Bruto (PIB), medida da produção de bens e serviços do país, caiu 0,2% no primeiro trimestre deste ano, frente aos últimos três meses de 2014. Já na comparação com o mesmo trimestre do ano passado, o PIB recuou 1,6%, segundo dados divulgados na manhã desta sexta-feira (29) pelo IBGE. No acumulado dos últimos quatro trimestres (12 meses), o PIB recuou a um ritmo de 0,9%.

Pelo lado da demanda, o consumo das famílias (item de maior peso no PIB) recuou 1,5% no primeiro trimestre deste ano, em comparação ao quarto trimestre de 2014. A perda de ritmo era aguardada, num cenário de piora no mercado de trabalho, inflação em alta, baixa no rendimento real, crédito mais restrito e a confiança em baixa.

Com empresário menos otimistas, os investimentos encolheram 1,3% no primeiro trimestre, frente ao mesmo período do ano passado. É um sinal especialmente ruim porque a base produtiva brasileira só aumenta com mais investimentos em infraestrutura, indústria e outros segmentos. Desta forma, a taxa de investimentos do país, medida em relação ao PIB ficou em 19,7% no primeiro trimestre deste ano.

Num contexto de aperto das contas públicas em nível federal, o consumo do governo encolheu 1,3% no primeiro trimestre deste ano, informou o IBGE.

Oferta

Já pelo lado da produção (oferta), a indústria continua um destaque negativo, com queda de 0,3% no primeiro trimestre deste ano, em comparação aos três últimos meses de 2014. O setor tem sido afetado por investimentos em desaceleração, juros mais elevados na economia e a baixa confiança de empresários e consumidores.

Um dos pilares do crescimento da economia nos últimos anos, o setor de serviços, que responde por algo como 60% do PIB brasileiro, teve queda de 0,7%.

Já a agropecuária teve uma alta de 4,7% na comparação com o último trimestre do ano passado. O setor, contudo, responde por pequena parcela do PIB.





TERRA HD A RADIO MUITO MAIS PARA VOCÊ
Copyright (c) 2020 - Terra HD - Todos os direitos reservados