Quarta-feira, 03 de Junho de 2020

Buscar   OK
No Ar
PROGRAMA DO MUMU com Murilo Marques
Hora Certa

Rádio Terra Rica: (44) 9 9129 9530

Redes Sociais


PARCEIROS TERRA HD
Enquete
Qual dessas Redes Sociais você acessa?

 Instagram
 Youtube
 Facebook
 Twitter

Paraná

Publicada em 01/06/15 às 18:34h - 489 visualizações
Tarifa de energia sobe 36,8% no Paraná na segunda-feira
Para as residências, o aumento será de 31,8% e, para a indústria, de 38,9%. Reajuste extraordinário da Copel foi definido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)

Reprodução


Na média nacional, o efeito percebido pelos consumidores, ponderado pela receita das distribuidoras, será de 23,4%.  (Foto: Reprodução)

A tarifa média da Companhia Paranaense de Energia (Copel) vai subir 36,8% a partir de segunda-feira (2). O reajuste extraordinário, anunciado nesta sexta-feira (27) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), é o quarto mais alto dentre as 58 distribuidoras de energia que terão sua tarifa elevada. Na média nacional, o efeito percebido pelos consumidores, ponderado pela receita das distribuidoras, será de 23,4%, segundo a Aneel.

Segundo a Copel, a conta de luz das residências vai subir 31,8%. Para o setor industrial, o aumento médio será de 38,9%. Normalmente, cada concessionária tem direito a um reajuste por ano - o da Copel ocorre no dia 24 de junho. No entanto, existia o temor de quebra de várias empresas caso elas tivessem de suportar muito mais tempo sem repassar ao consumidor o aumento de custos que sofreram de 2014 para cá.

 governo estadual, principal acionista da Copel, informou via assessoria que não vai comentar o assunto, uma vez que o reajuste "foi definido pelo governo federal". Em meados do ano passado, quando a Aneel autorizou a companhia a reajustar sua tarifa em cerca de 35%, o governador Beto Richa determinou que ela aplicasse um aumento menor, de 25%. A diferença poderá ser repassada ao consumidor no próximo reajuste tarifário anual, em junho.

Segundo o diretor-presidente da Copel Distribuição, Vlademir Santo Daleffe, a empresa vai aplicar na íntegra o aumento autorizado pela Aneel. "Desse aumento, nem um centavo ficará na mão da Copel. É para fazer frente ao forte aumento da CDE [Conta de Desenvolvimento Energético], da alta da tarifa de Itaipu e da energia que as distribuidoras tiveram de comprar no leilão de ajuste de janeiro", disse.





TERRA HD A RADIO MUITO MAIS PARA VOCÊ
Copyright (c) 2020 - Terra HD - Todos os direitos reservados